Entrevista ao site "Just Music.fr" - 29/04/2013

No dia 29 de abril o site francês Just Music publicou uma entrevista com Lara Fabian. Confira alguns trechos da entrevista traduzida abaixo:


Mais gratificante e mais feliz do que nunca, a talentosa Lara Fabian revela seus segredos através de seu novo álbum. É com grande orgulho que nos reunimos para aprender um pouco mais. Aqui estão os segredos de uma artista talentosa, mas acima de tudo uma mulher humana e calorosa.

JustMusic.fr: Você está de volta com um novo álbum, "Le Secret". Por que você não está mais pela Universal?
Lara Fabian: Porque eu fui demitida (risos)! Pascal Negre me fez quebrar o contrato de maneira muita feia ... sem mesmo aviso propriamente dito. Um artista tem sua própria força. Mas quando costumava ser constantemente cercada por uma equipe e que de um dia para outro, encontra-se por si só, isto não é muito justo, especialmente quando explica que foi apenas por razões financeiras, e que você já vendeu 20 milhões de discos. Achei estranho ... E então finalmente sentei frente a mim com muita simplicidade, me perguntando o que eu ia fazer, e como eu seria capaz de saltar para trás. Fiz um pequeno estudo do que eu poderia ter feito, e encontro uma equipe como essa que é minha hoje e que é extraordinária! Eu ainda tive que encontrar um distribuidor porque os artistas não tem um caminhão, não fazem os seus próprios registros e ainda precisam de um relé. Então, eu encontrei refúgio com Thierry Chassagne da Warner que se tornou meu distribuidor em aceitar que eu sou a própria mestre a bordo, rodeada por uma equipa fantástica que tem estrelas em seus olhos quando se fala de um projeto. Um projeto que também ajuda a me defender a cada dia. O resultado de todo esse trabalho é que o álbum é o número um em vendas.

JustMusic.fr: Exatamente isso que eu ia perguntar. Você é número um em vendas com este novo álbum, qual foi a sua reação?
Lara Fabian: É uma grande alegria saber que tudo não correu da maneira errada. Agora, isso precisa durar muito tempo, é necessário que o álbum continue a encontrar o seu eco é todo dia que isso acontece e ainda é uma bela ressurreição além do fato de que muitos pensaram que isso seria difícil. Eu vejo as pessoas me receberem de volta com muita diversão e é realmente ótimo!

JustMusic.fr: Por que você chamou de "Le Secret"?
Lara Fabian:  Le Secret (O segredo) pra mim é a felicidade encontrada. O Enso, uma caligrafia japonesa com o sinal do círculo com o ponto no centro, é a capacidade de voltar-se para a frente. É um símbolo que conta a história do retorno para si mesmo e encontrar a felicidade e simplicidade em si. Parece muito simples, mas é parte de um processo genuíno que eu opero no tempo. O álbum "Le Secret" é a história deste processo, a história de um ser - você, eu ou qualquer pessoa - impacto na vida por uma traição, a perda de um ente querido, uma grande penalidade, um amor... o que vamos fazer com essa dor quando ela aparece? Transformar em sofrimento ou não? Estamos tentando encontrar elementos que nos permitem sair e ser o rosto da resistência ... é deixar ir o que nos fez mal para transformá-lo em energia positiva e felicidade encontrada . Esse é "O Segredo", "Le Secret" é a história dessa jornada.

JustMusic.fr: Você pode me falar sobre as colaborações encontradas no álbum?
Lara Fabian: Janey Clewer trabalhou em grande parte do álbum, porque é a principal compositora. Ela é uma mulher que eu amo desde que eu tenho 22-23 anos e já faz um longo tempo. Seu marido, Bruce Gaitsch, é um guitarrista e ele tocou guitarra no álbum. É também um grande músico e eles trabalharam juntos em pares. Além disso, em Montreal, o meu amigo Emmanuel Pitois é o arranjador e o arquiteto de todo este trabalho. Este é o homem que reuniu todas as obras de Kurt Howell, Giora Linenberg e Flavien Compagnon. Ele conseguiu encontrar um cenário neste trabalho em que tudo foi arquivado. A ideia dos interlúdios é minha, desde o início, eu queria que tudo se seguisse. Eu queria contar essa história como assistir a um filme. "Le Secret" é um disco com 110 minutos de música ininterrupta...

JustMusic.fr: O primeiro single "Deux Ils, Deux Elles" é a notícia do momento. Sabemos que desde que você começou a defender esta grande causa. Já havia o música "La Différence" e seu público é composto por muitos homossexuais. Como você explica esta ligação que há entre vocês?
Lara Fabian: Esta é provavelmente a minha busca por justiça. Eu sou uma pessoa que se sente muito triste quando vê que as coisas acontecem de má-fé ou injustamente, quando as palavras são insalubres e movidas por ódio. Há quanto tempo na minha vida, eu estou cercada por pessoas que precisam de suavidade e tolerância em suas vidas. Em torno de mim o mundo gay está verdadeiramente presente por isso estamos muito, muito perto. Eu escrevi "La Différence", em 1997, para dois dos meus melhores amigos na época e, infelizmente, ainda sou obrigada a levantar alta a bandeira da tolerância. Ainda enfrentamos este ódio incompreensível e esta amálgama incompreensível entre homossexualidade/perversão, anormalidade/homossexualidade, homossexualismo/tortura mental... É uma loucura! Estes termos não estão em todos os julgamentos baseados. "Deux Ils, Deux Elles" existe há cinco anos, é uma canção que é perfeita, mas não foi escrita especificamente para o que está acontecendo hoje. Esta é a continuação da minha luta e minha solidariedade.

JustMusic.fr: Há uma música do álbum que nos marcou e é intitulada "Amourexique", você pode nos falar um pouco sobre ela?
Lara Fabian: É a história de um transtorno alimentar com que lutei por anos, décadas e anos. Ela conta a história de uma menina que finalmente encontrou um espaço em que ela possa finalmente desfrutar... porque quando eu digo "Eu vou jantar tulipas e água pálida" é realmente uma descrição bastante justa, mesmo que seja metafórica. Isto é o que se vive todos os dias quando se chega a um transtorno alimentar.

JustMusic.fr: É claro que não poderia deixar de citar a revista Gala para a qual você posou nua. O que você acha dessas diferentes reações positivas e negativas?
Lara Fabian: Todo mundo tem uma opinião e eu diria que a maioria das pessoas tem um parecer (sorriso). Aquelas que amam e aqueles que não gostam muito... Mas, em geral, acho que os comentários foram muito positivos, pelo menos meus fãs reagiram muito bem.

JustMusic.fr: Você logo vai sair em turnê, você pode nos contar algo exclusivo sobre este novo show?
Lara Fabian: É difícil porque ainda está em projeto (sorriso)... É difícil de dizer...

JustMusic.fr: Nós escolhemos de todos os seus singles, cinco que marcaram sua carreira para você falar um pouco sobre eles.
JustMusic.fr: "Croire":
Lara Fabian: Foi o primeiro grande momento na televisão e o maior e primeiro grande medo como artista.

JustMusic.fr: "Tout":
Lara Fabian: A música que criou o primeiro link, o primeiro momento do caso de amor que eu tenho com o público francês.

JustMusic.fr: "I Will Love Again"
Lara Fabian: A música que foi incrivelmente forte na minha carreira e que me fez viajar pelo mundo e me fez icônica para o mundo gay.

JustMusic.fr: "La Lettre"
Lara Fabian: A confissão e, provavelmente, uma das músicas mais confidenciais da minha carreira, mas que foi muito importante para mim na época do lançamento de "9".

JustMusic.fr: "Toutes Les Femmes en Moi":
Lara Fabian: Um hino para nós, para tudo que há de complexo, bonito, e porque, em algum lugar, nós temos uma grande responsabilidade em levar a humanidade para o mundo.

JustMusic.fr: Ser mãe mudou a sua vida, que tipo de mãe é você?
Lara Fabian: (risos) Eu sou uma mãe siciliana e é algo que é de mãe para filha. Muito protetora. E ao mesmo tempo, é uma criança que eu tenho muita confiança e eu sou uma mãe cheia de pequenos toques a cada dia. Sou muito amigável com ela, eu também sou muito tátil e é a minha maior alegria em todos os momentos.

JustMusic.fr: Se mais tarde ela quiser entrar na música ou pelo menos em um campo artístico o que você diria?
Lara Fabian: Eu vou ajudar com todos os meios e toda a experiência que eu tenho, mas vou deixá-la fazer suas próprias escolhas. Eu vou ajudá-la quando ela me pedir ajuda, que é o que eu vou fazer.

Para ver a entrevista completa em francês clique no link: INTERVIEW : Rencontre avec Lara Fabian
Compartilhar Google Plus

Autor Jamerson

Postagens Relacionadas

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial